Entre Rios


Nosso primeiro destino foi para uma das ilhas que compõe a região amazônica do Estado do Pará. Especificamente a Ilha de Trambioca. Lá ficamos hospedados em uma Igreja do Evangelho Quadrangular onde dirigíamos os cultos, escolas bíblicas, visitas nos lares e encontros com as crianças.



Apesar do evangelho já ter chego aquela região a compreensão do mesmo é limitada e muitas vezes cheio de religiosidade e doutrinas humanas. O que dificulta tanto para expansão do evangelho quanto para o crescimento espiritual dos novos convertidos.


Aprendemos com as debilidades da igreja naquele local. Aprendemos antes de tudo a ouvir as pessoas, ganhar sua confiança e a construir relacionamentos. Somente através da construção de relacionamentos é possível entender uma comunidade ribeirinha e ser aceito por ela.




Após a construção de relacionamentos as pessoas se sentem confiantes para abrir seus corações e para receber as verdades do evangelho. E depois o que vemos é cura e libertação. Cura nos relacionamentos, cura das enfermidades da alma, libertação de traumas, pecados e de religiosidades. Sim, o evangelho é libertador.


Aprendemos sobre a importância de fundamentar todo nosso trabalho no evangelho e sobre a importância do discipulado. Aprendemos a ouvir, a ter compaixão e a compreender que toda vida tem uma história e que toda história deve ser redimida por CRISTO.


Toda vida pode ter um recomeço e só em JESUS é possível recomeçar de novo. Seja aqui, seja na Amazônia. O que importa é nascer de novo (João 3:5-7). 

Veja mais fotos AQUI.

Postagens mais visitadas deste blog

Tempo de Preparo.

Missões? Por que e pra que?

Festa Marcolina