Devocional Lucas 15:25-32


"E o seu filho mais velho estava no campo; e quando veio, e chegou perto de casa, ouviu a música e as danças.
E, chamando um dos servos, perguntou-lhe que era aquilo.
E ele lhe disse: Veio teu irmão; e teu pai matou o bezerro cevado, porque o recebeu são e salvo.
Mas ele se indignou, e não queria entrar.
E saindo o pai, instava com ele. Mas, respondendo ele, disse ao pai: Eis que te sirvo há tantos anos, sem nunca transgredir o teu mandamento, e nunca me deste um cabrito para alegrar-me com os meus amigos;
Vindo, porém, este teu filho, que desperdiçou os teus bens com as meretrizes, mataste-lhe o bezerro cevado.
E ele lhe disse: Filho, tu sempre estás comigo, e todas as minhas coisas são tuas;
Mas era justo alegrarmo-nos e folgarmos, porque este teu irmão estava morto, e reviveu; e tinha-se perdido, e achou-se." (Lucas 15:25-32)


A graça de DEUS se manifesta na vida do filho que não merecia nada. O transgressor dos mandamentos do pai foi o filho que recebeu a graça do bezerro cevado. O filho perdido não recebeu por mérito, por trabalho ou por capacidade, recebeu exatamente por que não merecia e reconhecia não ser merecedor.
A graça acontece quando reconhecemos nossa incapacidade de nos aproximarmos do Pai por nossos meios, mas aceitamos o bezerro cevado a nós ofertado. Então aquele que estava morto revive e é reencontrado.

A graça maravilhosa de DEUS é que ELE recebe a nós filhos transgressores de seus mandamentos e nos coloca assentados a mesa. Um favor imerecido que faz com que o filho passe a viver pelo Pai. Amém. 

Postagens mais visitadas deste blog

Missões? Por que e pra que?

Colômbia: Aprendizado, Serviço e Gratidão.

Festa Marcolina