Devocional Lucas 7:1-10


"E, depois de concluir todos estes discursos perante o povo, entrou em Cafarnaum.
E o servo de um certo centurião, a quem muito estimava, estava doente, e moribundo.
E, quando ouviu falar de Jesus, enviou-lhe uns anciãos dos judeus, rogando-lhe que viesse curar o seu servo.
E, chegando eles junto de Jesus, rogaram-lhe muito, dizendo: É digno de que lhe concedas isto,
Porque ama a nossa nação, e ele mesmo nos edificou a sinagoga.
E foi Jesus com eles; mas, quando já estava perto da casa, enviou-lhe o centurião uns amigos, dizendo-lhe: Senhor, não te incomodes, porque não sou digno de que entres debaixo do meu telhado.
E por isso nem ainda me julguei digno de ir ter contigo; dize, porém, uma palavra, e o meu criado sarará.
Porque também eu sou homem sujeito à autoridade, e tenho soldados sob o meu poder, e digo a este: Vai, e ele vai; e a outro: Vem, e ele vem; e ao meu servo: Faze isto, e ele o faz.
E, ouvindo isto Jesus, maravilhou-se dele, e voltando-se, disse à multidão que o seguia: Digo-vos que nem ainda em Israel tenho achado tanta fé.
E, voltando para casa os que foram enviados, acharam são o servo enfermo." (Lucas 7:1-10)


Os anciãos judeus rogaram para que JESUS curasse o servo de um centurião romano. Nem o centurião e muito menos seu servo eram povo de Israel e, portanto, não eram filhos da promessa. Mas, por causa de suas obras, os que eram da Lei, achavam que ele merecia a visita do CRISTO.
O centurião reconhecia sua pequenez e o fato de não ser digno da presença do CRISTO, reconhecia também a soberania e autoridade de JESUS. E por causa de sua fé seu servo foi curado.
O servo não foi curado por causa das obras do centurião, mas por causa de sua fé no Filho de DEUS.

Nós nada podemos fazer para sermos salvos, mas pela palavra de CRISTO e nossa fé em Sua graça é que alcançamos salvação. Amém.

Postagens mais visitadas deste blog

Missões? Por que e pra que?

Colômbia: Aprendizado, Serviço e Gratidão.

Festa Marcolina