Devocional Lucas 6:39-42


"E dizia-lhes uma parábola: Pode porventura o cego guiar o cego? Não cairão ambos na cova?
O discípulo não é superior a seu mestre, mas todo o que for perfeito será como o seu mestre.
E por que atentas tu no argueiro que está no olho de teu irmão, e não reparas na trave que está no teu próprio olho?
Ou como podes dizer a teu irmão: Irmão, deixa-me tirar o argueiro que está no teu olho, não atentando tu mesmo na trave que está no teu olho? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então verás bem para tirar o argueiro que está no olho de teu irmão." (Lucas 6:39-42)

O discípulo deve se colocar em seu lugar, que é o de aprendizado e de submissão. O discípulo nada é, ao menos que siga seu Mestre com perfeição.
Enquanto o discípulo não enxergar por seus próprios olhos, enquanto não tirar tudo que atrapalha sua visão ele não pode guiar a ninguém.
O discípulo deve antes de tudo se autoanalisar para, após ter limpa sua visão, conseguir abrir os olhos dos outros.
Devemos nos atentar primeiro para nossa vida espiritual, respeitar o tempo de aprendizado, de tratamento para só depois de enxergar o caminho com clareza guiar nossos irmãos.
Sujeitemo-nos ao nosso Mestre e Guia e ELE nos guiará por caminhos seguros e corretos. Amém. 

Postagens mais visitadas deste blog

Missões? Por que e pra que?

Colômbia: Aprendizado, Serviço e Gratidão.

Festa Marcolina