Devocional Lucas 5:33-39


"Disseram-lhe, então, eles: Por que jejuam os discípulos de João muitas vezes, e fazem orações, como também os dos fariseus, mas os teus comem e bebem?
E ele lhes disse: Podeis vós fazer jejuar os filhos das bodas, enquanto o esposo está com eles?
Dias virão, porém, em que o esposo lhes será tirado, e então, naqueles dias, jejuarão.
E disse-lhes também uma parábola: Ninguém deita um pedaço de uma roupa nova para a coser em roupa velha, pois romperá a nova e o remendo não condiz com a velha.
E ninguém deita vinho novo em odres velhos; de outra sorte o vinho novo romperá os odres, e entornar-se-á o vinho, e os odres se estragarão;
Mas o vinho novo deve deitar-se em odres novos, e ambos juntamente se conservarão.
E ninguém tendo bebido o velho quer logo o novo, porque diz: Melhor é o velho." (Lucas 5:33-39)


Jejuarão ou seja, o jejuar é para o tempo da Graça também. O verbo no futuro indica que os seguidores de CRISTO deveriam jejuar quando o Messias não estivesse presente. JESUS é o Noivo e nós os convidados.
A Nova Aliança não serve para remendar velhos pactos. O vinho novo é colocado em odres novos.
O jejum nos leva ao reconhecimento de nossa necessidade do Noivo, de nossa necessidade do novo de DEUS. Nos afastamos do domínio de nossos desejos para conseguir ouvir o clamor do Espírito.

O imperativo é jejuar, é reconhecer nossa dependência de DEUS e renovação de nossa  esperança na breve vinda do Noivo. Amém.

Postagens mais visitadas deste blog

Missões? Por que e pra que?

Colômbia: Aprendizado, Serviço e Gratidão.

Festa Marcolina