Devocional João 20:24-31


"Ora, Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus.
Disseram-lhe, pois, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele disse-lhes: Se eu não vir o sinal dos cravos em suas mãos, e não puser o meu dedo no lugar dos cravos, e não puser a minha mão no seu lado, de maneira nenhuma o crerei.
E oito dias depois estavam outra vez os seus discípulos dentro, e com eles Tomé. Chegou Jesus, estando as portas fechadas, e apresentou-se no meio, e disse: Paz seja convosco.
Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente.
E Tomé respondeu, e disse-lhe: Senhor meu, e Deus meu!
Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram.
Jesus, pois, operou também em presença de seus discípulos muitos outros sinais, que não estão escritos neste livro.
Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome." (João 20:24-31)

Tomé era um dos doze apóstolos que vivia com JESUS, que havia presenciado os milagres e todos os sinais. É bem provável que Tomé tenha visto JESUS ressuscitar a Lazaro, a andar sobre as aguas e a multiplicar os pães. Tomé deve ter presenciado estes e muitos outros milagres/sinais, porém Tomé não creu que CRISTO havia ressuscitado e não creu no relato dos demais discípulos. Ainda assim JESUS apareceu para Tomé. No meio da incredulidade CRISTO se apresentou com sua paz.
Do nada CRISTO aparece no meio deles, estando as portas fechadas, e JESUS sabia das palavras de Tomé, quando ELE nem estava presente ao serem proferidas. Diante disso Tomé declarou: Senhor meu, e Deus meu.
Felizes serão os que não presenciaram nenhum dos muitos sinais e mesmo assim declaram: Senhor meu, e Deus meu. Amém.

Postagens mais visitadas deste blog

Missões? Por que e pra que?

Colômbia: Aprendizado, Serviço e Gratidão.

Festa Marcolina