Devocional João 4:31-38


"E entretanto os seus discípulos lhe rogaram, dizendo: Rabi, come.
Ele, porém, lhes disse: Uma comida tenho para comer, que vós não conheceis.
Então os discípulos diziam uns aos outros: Trouxe-lhe, porventura, alguém algo de comer?
Jesus disse-lhes: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e realizar a sua obra.
Não dizeis vós que ainda há quatro meses até que venha a ceifa? Eis que eu vos digo: Levantai os vossos olhos, e vede as terras, que já estão brancas para a ceifa.
E o que ceifa recebe galardão, e ajunta fruto para a vida eterna; para que, assim o que semeia como o que ceifa, ambos se regozijem.
Porque nisto é verdadeiro o ditado, que um é o que semeia, e outro o que ceifa.
Eu vos enviei a ceifar onde vós não trabalhastes; outros trabalharam, e vós entrastes no seu trabalho." (João 4:31-38)



CRISTO após dizer de uma água que faria jorrar para a vida eterna apresenta para os discípulos uma comida que eles não conheciam (v.32).
E esta comida era fazer a vontade de DEUS (v.34).
O Mestre apresenta a ceifa e a semeadura aos discípulos. O que chama a atenção é quando o Senhor diz que ELE envia os discípulos para ceifar em uma terra que outros trabalharam.
A minha conversão é fruto da semeadura de servos que eu não conheci, sou colheita de trabalhadores da ceara do evangelho.
Os discípulos iam ceifar sobre a semente dos profetas e de João Batista.
A obra, para nós incompreensível, de DEUS traz para os que semeiam e ceifam galardões (v.36). E nem sempre o que semeia é aquele que ceifa (v.37). Muitas vezes plantaremos a semente do Evangelho, mas não participaremos da colheita.

A obra não é nossa, mas de DEUS. A nós cabe fazer apenas o que nos foi ordenado, sabendo que o fazer nos agrega galardão e regozijo eterno. Amém. 

Postagens mais visitadas deste blog

Missões? Por que e pra que?

Colômbia: Aprendizado, Serviço e Gratidão.

Festa Marcolina