Devocional - João 2:13-25


"E estava próxima a páscoa dos judeus, e Jesus subiu a Jerusalém.
E achou no templo os que vendiam bois, e ovelhas, e pombos, e os cambiadores assentados.
E tendo feito um azorrague de cordéis, lançou todos fora do templo, também os bois e ovelhas; e espalhou o dinheiro dos cambiadores, e derribou as mesas;
E disse aos que vendiam pombos: Tirai daqui estes, e não façais da casa de meu Pai casa de venda.
E os seus discípulos lembraram-se do que está escrito: O zelo da tua casa me devorou.
Responderam, pois, os judeus, e disseram-lhe: Que sinal nos mostras para fazeres isto?
Jesus respondeu, e disse-lhes: Derribai este templo, e em três dias o levantarei.
Disseram, pois, os judeus: Em quarenta e seis anos foi edificado este templo, e tu o levantarás em três dias?
Mas ele falava do templo do seu corpo.
Quando, pois, ressuscitou dentre os mortos, os seus discípulos lembraram-se de que lhes dissera isto; e creram na Escritura, e na palavra que Jesus tinha dito.
E, estando ele em Jerusalém pela páscoa, durante a festa, muitos, vendo os sinais que fazia, creram no seu nome.
Mas o mesmo Jesus não confiava neles, porque a todos conhecia;
E não necessitava de que alguém testificasse do homem, porque ele bem sabia o que havia no homem." (João 2:13-25



Não me recordo de nenhum outro texto onde CRISTO é descrito agindo tão duramente em suas ações.
O Mestre faz um “chicote” e expulsa todos os que fizeram do templo um lugar de comercio e explorando a fé do povo tentam tirar sustento.
A citação do Salmo 69:9 onde diz “O zelo da tua casa me devorará”, chama a atenção porque ele nos esclarece o que motivou JESUS a agir daquela maneira: o zelo  que CRISTO tinha pelo templo.
A Bíblia nos ensina que nós somos templo do ESPÍRITO SANTO e eu creio que CRISTO cuida de nós com semelhante zelo. E a prova disso foi Seu sacrifício perfeito na cruz.

Os versos 24 e 25 dizem que JESUS conhece os homens e o que há neles. Por isso, nossa gratidão Àquele que conhecendo nossas franquezas nos amou com tal zelo. Amém. 

Postagens mais visitadas deste blog

Missões? Por que e pra que?

Colômbia: Aprendizado, Serviço e Gratidão.

Festa Marcolina